Destaques Tribais 2017

O período de votação dos Destaques Tribais 2017 (enquete realizada pelo blog Aerith Tribal Fusion) já começou e vai até dia 25 deste mês. Para participar é preciso ter conta no Gmail, pois a enquete é feita através de um formulário do Google e só será aceito 1 voto por pessoa. Ah, todas as categorias são obrigatórias! O intuito é que apenas a comunidade de dança tribal participe, minimizando a participação de amigos, parentes e afins (que não fazem parte deste movimento artístico) e acabam alterando de forma brusca o resultado.

Confira as categorias em que fui indicada como produtora, professora, coreógrafa, blogueira e articulista sobre dança e, a seguir, clique para acessar a enquete e dar seu voto:


BLOCO A: PRODUÇÕES CULTURAIS NACIONAIS E INTERNACIONAIS
Destaque Evento Tribal Regional 2017
  • Hafla Tribal
Hafla Tribal (2017) – Mausoléu Pub, Jundiaí/SP
  • Hafla Tribal Archive
Hafla Tribal Archive (2017 ) – Boutique Vintage, São Paulo/SP
  • 1º Encontro de Dança Tribal de Bragança Paulista

Realização: Isabel Botelho | Apoio: Melissa Art

  • Hafla Tribal especial Noite Burlesca
Hafla Tribal especial Noite Burlesca (2017) – Mausoléu Pub, Jundiaí/SP

 

  • Tribus Fair

 

Realização: Ludmila Fornes e Marcela Mendes | Apoio: Melissa Art


Destaque Workshop Nacional 2017
  • “Turns & Spins” com Joline Andrade
Workshop com Joline Andrade (2017) – Portal do Egito, Jundiaí/SP

 


BLOCO C: MECANISMOS ARTÍSTICOS DE ENTRETENIMENTO E CONFECÇÕES ARTESANAIS
Destaque Leitura Virtual 2017

 

 

 

 

Destaque Artigo Tribal 2017

 

 

 

Destaque Entrevista Tribal 2017
Destaque Notícia Tribal 2017
Destaque Vlog Tribal 2017
  • “Os Tipos Psicológicos de Jung aplicados à Dança Tribal por Anath Nagendra” – canal Tribal Archive, projeto “Mulheres que Dançam”

Destaque Videoclipe Tribal Nacional 2017
  • “Vaudeville Bellydance” (Projeto Vídeo & Dança 2017)


BLOCO D:PERFORMANCES NACIONAIS
Destaque Sala de Aula 2017
  • Templo-Corpo Tribal Nouveau – coreografia por Melissa Souza


Caso você não tenha percebido, não fui indicada como dançarina em nenhuma categoria! Isso porque, apesar de solicitar aos amigos, leitores e alunos que participassem da enquete, não pude deixar que notar que a maior das indicações foi eu mesma quem fez – o que é uma pena, porque a Aerith se dedica tanto nesse trabalho e eu realmente gostaria de ver mais envolvimento da comunidade tribal nacional, principalmente para descentralizar as produções na dança tribal que já ganharam destaque em anos anteriores e poderiam dar vez a novos artistas que surgem com a expansão do estilo, todavia, para isso precisamos nos mobilizar!

Quando fiz minhas indicações, eu não estava me sentindo satisfeita o suficiente com as minhas performances para indicar algum vídeo, todavia, se eu fosse voltar atrás, já que não recebi o apoio de ninguém, seriam essas as performances que eu indicaria:

Destaque Tribal Técnico 2017

Destaque Interpretativo 2017

Destaque Expressividade 2017

Destaque Experimental Fusion 2017

 


É isso! Agora CLIQUE AQUI para votar 🙂